Combate à Covid-19: estamos com vocês em mais esta batalha

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o percentual de trabalhadores da saúde afetados pela Covid-19 varia entre 8% e 10%, sendo que o Ministério da Saúde já chegou a estimar que, em algum momento, até 40% dos profissionais de saúde...

24/04/2020

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o percentual de trabalhadores da saúde afetados pela Covid-19 varia entre 8% e 10%, sendo que o Ministério da Saúde já chegou a estimar que, em algum momento, até 40% dos profissionais de saúde terão de se afastar do trabalho. Isto ocorreria de forma escalonada, e não exclusivamente em decorrência da Covid-19, mas também de outras doenças.
O momento em que estamos vivendo é extremamente delicado. Algo que sempre defendemos nos 81 anos de existência do Sindicato foi a valorização do trabalhador da saúde e hoje, infelizmente da forma mais dolorosa possível, a população consegue nos valorizar, até mesmo nos ver como heróis e soldados na guerra contra a Covid-19.
Sempre fomos combatentes na guerra pela vida, independente do inimigo que estivéssemos enfrentando. Desta vez, além dos riscos que estamos expostos pelo alto contágio da doença que já registra 47 óbitos e 5.766 afastamentos nos hospitais do país, segundo dados do Cofen (Conselho Federal de Enfermagem), soma-se o bombardeio de notícias sensacionalistas, o isolamento social, a angústia de não saber quando vai acabar e a preocupação em contaminar os familiares. Eu sei, é uma carga muito grande para suportar só.
É por isso que este é o momento de o trabalhador estar ainda mais unido com o Sindicato que o representa. Estamos com vocês neste combate e não mediremos esforços para que não faltem equipamentos de proteção, testes, suporte psicológico, cumprimento dos direitos e para que as condições de trabalho sejam dignas do valor que desempenham para a população.
Sabemos das dificuldades que os estabelecimentos de saúde e o próprio governo está tendo para conseguir os equipamentos de segurança necessários. Entretanto, são várias as ações que empreendemos visando a melhoria das condições de trabalho da categoria.
E nossa atuação não se restringe às condições de trabalho da categoria. Buscamos também reconhecimento do esforço de todos os profissionais da saúde. E nesse sentido, buscamos o reconhecimento pelos hospitais do adicional de insalubridade em grau máximo, ou seja 40% por cento e também reivindicamos do setor patronal o pagamento de um adicional de penosidade, bônus pelo trabalho executado em período de pandemia, afastamento dos trabalhadores em grupo de risco, dentre outras, enviadas aos Sindicatos patronais.    
Temos canais eletrônicos para que os colegas se mantenham em contato diário com o Sindicato, além da presença de diretores na base. Escrevam, mandem mensagem, liguem, nos procurem. Juntos, vamos encontrar a solução para todos os problemas, até que esta guerra seja vencida. Estamos todos juntos nessa. Força!
Sofia Rodrigues do Nascimento

Presidente em exercício do Sinsaúde Campinas e Região 

MAIS ARTIGOS
[ FECHAR ]
[ FECHAR ]

GALERIA MULTIMÍDIA

VER TUDO

instagram

youtube