Arquivo da Categoria ‘Acordos Coletivos’

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Santa Casa Mogi Guaçu: ACT é fechado com reajuste de 8% e manutenção de benefícios

Aumento real de salários e manutenção dos benefícios já existentes foram o resultado da Campanha Salarial 2013/2014 na Santa Casa de Mogi Guaçu finalizada com a assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).
A contar de 1º de junho, os trabalhadores têm garantido, além dos benefícios conquistados em acordos anteriores, um reajuste salarial de 8%, o que, levando-se em conta o índice da inflação do período junho/2012 a maio/2013, que foi de 6,95%, os profissionais da Santa Casa de Mogi Guaçu tiveram aumento real nos salários de 1,05%.
“Pode parecer pouco, mas o reajuste corrige a inflação do período e mantém o poder de compra”, observa o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira. “Os resultados poderiam ser melhores se houvesse  mobilização dos trabalhadores. Entretanto, a diretoria se esforçou para garantir os benefícios já existentes e aumento real para todos”, completa.
Ele lembra que com a assinatura do ACT, os pisos salariais na Santa Casa de Mogi Guaçu serão:

Feriados
Na Santa Casa de Mogi Guaçu ainda não foram conquistadas a 3ª e 6ª folgas que compensam os feriados civis e religiosos, portanto quem trabalha em feriado tem que receber o dia em dobro, conforme as súmulas 146 e 444 do Tribunal Superior do Trabalho (TST).
“É bom lembrar que, além desses feriados, também tem o 12 de maio, Dia Estadual do Trabalhador da Saúde, que é feriado para a categoria e todos os profissionais da saúde têm direito a uma folga a mais no referido mês”, esclarece a diretora do Sinsaúde e funcionária da Santa Casa, Isilda Grassi Cola Choqueta.

Sindicalização
A força do Sinsaúde está nos trabalhadores que contribuem para que o Sindicato tenha uma boa estrutura e funcionários capacitados para atender seus associados. Portanto, ser sindicalizado é investir em seu futuro profissional e contar com uma entidade que defende você em todas nas esferas trabalhista, social e jurídica.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Santa Casa de Itatiba e Hospital Itatiba: ACT é fechado

Depois das negociações com a administração da Santa Casa de Itatiba e do Hospital Itatiba, foi encerrada a Campanha Salarial 2013/2014 com a assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), garantindo 9,16% de reajuste salarial, que será pago em quatro vezes; concessão da 3ª e 6ª folgas e manutenção dos benefícios já conquistados, os quais vigoram desde 1º de junho.

O acordo foi positivo, visto que o Sinsaúde batalhou para conquistar a 3ª e 6ª folgas, que é uma reivindicação antiga da categoria, mas o resultado poderia ser melhor se houvesse participação ativa dos trabalhadores. “A diretoria do Sinsaúde sempre destacou a importância de todos estarem presentes e mobilizados durante as negociações da campanha salarial para conquistarem as reivindicações pautadas. Então fica este alerta para reflexão”, destaca o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.

Agora, a mobilização dos trabalhadores é fundamental para avançar na luta por valorização, “pois ainda há muito para conquistar, como o piso nacional, implantação da NR-32, qualificação profissional, jornada 30 horas para a enfermagem, entre outros benefícios”, completa Vicentina da Silva Melo André, diretora do Sinsaúde na região, lembrando que estes itens estarão sempre em evidência e o Sinsaúde vai continuar levantando esta bandeira para a evolução da categoria.

Terceira e sexta folgas
Com a inclusão da 3ª e 6ª folgas, isto é, na jornada especial de trabalho de 12×36, os trabalhadores terão três folgas mensais e na jornada de seis horas, seis folgas mensais, todos os feriados civis e religiosos serão compensados. “A exceção é o 12 de maio, Dia Estadual do Trabalhador da Saúde, que é feriado para a categoria e todos os profissionais da saúde têm direito a uma folga a mais no referido mês ou as horas trabalhadas como extra”, explica a diretora sindical Vicentina.

NR-32
Garantir a segurança e saúde dos trabalhadores no ambiente hospitalar é imprescindível para que eles exerçam suas funções adequadamente, por isso o Sinsaúde se empenha para que a administração da Santa Casa de Itatiba e Hospital Itatiba implante a NR-32, a norma que garante saúde e segurança para o profissional, prevenindo-o de riscos físicos, químicos e biológicos.

Cesta básica
Foi em 1991 que a diretoria do Sinsaúde assumiu a batalha para garantir uma cesta básica de alimentos para a categoria. O direito foi instituído há 22 anos e desde então cumpre a finalidade de reforçar o orçamento doméstico. Por isso, todos os anos a diretoria do Sinsaúde renegocia a permanência da cesta em Convenções e Acordos Coletivos de Trabalho, sempre exigindo que contenha produtos de qualidade.

Jornada 30 horas
A redução da jornada de trabalho para 30 horas para a enfermagem é uma batalha histórica com projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados há mais de 13 anos. “Chegou a hora de dar mais um passo importante na evolução da categoria e este avanço é possível se houver união e mobilização da categoria. Participe da luta para garantir mais esta melhoria para a categoria”, alerta o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

UPA JD. Cerejeiras-Pró-Saúde de Atibaia: ACT é fechado

Depois das negociações com a Pró-Saúde, administradora da Unidade de Pronto Atendimento Jardim Cerejeiras, foi encerrada a Campanha Salarial 2013/2014 com a assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), garantindo 6,95% de reajuste salarial, concessão da 3ª e 6ª folgas e manutenção dos benefícios já conquistados, os quais vigoram desde 1º de junho.
O acordo foi positivo, visto que o Sinsaúde batalhou para conquistar a 3ª e 6ª folgas, que é uma reivindicação antiga da categoria, mas o resultado poderia ser melhor se houvesse participação ativa dos trabalhadores. “A diretoria do Sinsaúde sempre destacou a importância de todos estarem presentes e mobilizados durante as negociações da campanha salarial para conquistarem as reivindicações pautadas. Então fica este alerta para reflexão”, destaca o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.
Agora, a mobilização dos trabalhadores é fundamental para avançar na luta por valorização, “pois ainda há muito para conquistar, como o piso nacional, implantação da NR-32, qualificação profissional, jornada 30 horas para a enfermagem, entre outros benefícios”, completa Vicentina da Silva Melo André, diretora do Sinsaúde na região, lembrando que estes itens estarão sempre em evidência e o Sinsaúde vai continuar levantando esta bandeira para a evolução da categoria.

Terceira e sexta folgas
Com a inclusão da 3ª e 6ª folgas, isto é, na jornada especial de trabalho de 12×36, os trabalhadores terão três folgas mensais e na jornada de seis horas, seis folgas mensais, todos os feriados civis e religiosos serão compensados. “A exceção é o 12 de maio, Dia Estadual do Trabalhador da Saúde, que é feriado para a categoria e todos os profissionais da saúde têm direito a uma folga a mais no referido mês ou as horas trabalhadas como extra”, explica a diretora sindical Vicentina.

NR-32
Garantir a segurança e saúde dos trabalhadores no ambiente hospitalar é imprescindível para que eles exerçam suas funções adequadamente, por isso o Sinsaúde se empenha para que a administração da Santa Casa e Pró-Saúde, de Atibaia, implante a NR-32, a norma que garante saúde e segurança para o profissional, prevenindo-o de riscos físicos, químicos e biológicos.

Cesta básica
Foi em 1991 que a diretoria do Sinsaúde assumiu a batalha para garantir uma cesta básica de alimentos para a categoria.
O direito foi instituído há 22 anos e desde então cumpre a finalidade de reforçar o orçamento doméstico. Por isso, todos os anos a diretoria do Sinsaúde renegocia a permanência da cesta em Convenções e Acordos Coletivos de Trabalho, sempre exigindo que contenha produtos de qualidade.

Jornada 30 horas
A redução da jornada de trabalho para 30 horas para a enfermagem é uma batalha histórica com projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados há mais de 13 anos. “Chegou a hora de dar mais um passo importante na evolução da categoria e este avanço é possível se houver união e mobilização da categoria. Participe da luta para garantir mais esta melhoria para a categoria”, alerta o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Hospital Novo Atibaia: ACT é fechado com reajuste salarial de 6,95%, 3ª e 6ª folgas e demais benefícios

Depois de várias rodadas de negociações com a administração do Hospital Novo Atibaia, foi encerrada a Campanha Salarial 2013/2014 com a assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), garantindo 6,95% de reajuste salarial, manutenção dos benefícios já existentes e a concessão da 3ª e 6ª folgas.
À exceção das folgas, que começam a vigorar em setembro, os demais benefícios estão valendo desde 1º de junho.
O acordo foi positivo, visto que o Sinsaúde batalhou para conquistar a 3ª e 6ª folgas, que é uma reivindicação antiga da categoria, mas o resultado poderia ser melhor se houvesse participação ativa dos trabalhadores. “A diretoria do Sinsaúde sempre destacou a importância de todos estarem presentes e mobilizados durante as negociações da campanha salarial para conquistarem as reivindicações pautadas. Então fica este alerta para reflexão”, destaca o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.
Agora, a mobilização dos trabalhadores é fundamental para avançar na luta por valorização, “pois ainda há muito para conquistar, como o piso nacional, implantação total da NR-32, qualificação profissional, jornada 30 horas para a enfermagem, entre outros benefícios”, completa Vicentina da Silva Melo André, diretora do Sinsaúde na região, lembrando que estes itens estarão sempre em evidência e o Sinsaúde vai continuar levantando esta bandeira para a evolução da categoria.

Terceira e sexta folgas
Com a inclusão da 3ª e 6ª folgas, isto é, na jornada especial de trabalho de 12×36, os trabalhadores terão três folgas mensais e a jornada de seis horas, seis folgas mensais, todos os feriados civis e religiosos serão compensados. “A exceção é o 12 de maio, Dia Estadual do Trabalhador da Saúde, que é feriado para a categoria e todos os profissionais da saúde têm direito a uma folga a mais no referido mês ou as horas trabalhadas pagas”, explica a diretora sindical Vicentina.

NR-32
Em referência à NR-32, a norma que garante saúde e segurança para o profissional, prevenindo-o de riscos físicos, químicos e biológicos, houve um grande empenho de todos os trabalhadores para cumprir o Projeto 32, instituído pelo Sinsaúde para implantação dos 209 itens da norma em etapas. Isto resultou, em novembro de 2010, a conquista do Selo Bronze por cumprir a primeira fase prevista no Projeto 32. Desde então, hospital e funcionários se empenham para desenvolver a segunda fase e conquistar o Selo Prata e, posteriormente, o Ouro.

Participação nos resultados
Desde 2003, o programa de participação nos resultados (PR) é renovado todos os anos em Acordos Coletivos de Trabalho. Este ano não foi diferente e está mantido.
“Há nove anos, os funcionários do Hospital Novo Atibaia desfrutam deste prêmio. “Portanto, se você gosta do trabalho que exerce, gosta de trabalhar na área da saúde, procure fazer o seu melhor, que o resultado sempre aparece”, diz Edison Laércio de Oliveira, presidente do Sinsaúde, lembrando que o Sinsaúde trabalha para garantir o bem-estar dos trabalhadores, mas espera que cada um faça a sua parte, interagindo para que se possa obter bons resultados.

Jornada 30 horas
A redução da jornada de trabalho para 30 horas para a enfermagem é uma batalha histórica com projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados há mais de 13 anos. “Chegou a hora de dar mais um passo importante na evolução da categoria e este avanço é possível se houver união e mobilização da categoria. Participe da luta para garantir mais esta melhoria para a categoria”, alerta o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Santa Casa e Pró-Saúde de Atibaia: ACT é fechado com reajuste salarial de 6,95%, 3ª e 6ª folgas e demais benefícios

Depois das negociações com a administração da Santa Casa e Pró-Saúde de Atibaia foi encerrada a Campanha Salarial 2013/2014 com a assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), garantindo 6,95% de reajuste salarial, concessão da 3ª e 6ª folgas e manutenção dos benefícios já conquistados, os quais vigoram desde 1º de junho.
O acordo foi positivo, visto que o Sinsaúde batalhou para conquistar a 3ª e 6ª folgas, que é uma reivindicação antiga da categoria, mas o resultado poderia ser melhor se houvesse participação ativa dos trabalhadores. “A diretoria do Sinsaúde sempre destacou a importância de todos estarem presentes e mobilizados durante as negociações da campanha salarial para conquistarem as reivindicações pautadas. Então fica este alerta para reflexão”, destaca o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.
Agora, a mobilização dos trabalhadores é fundamental para avançar na luta por valorização, “pois ainda há muito para conquistar, como o piso nacional, implantação da NR-32, qualificação profissional, jornada 30 horas para a enfermagem, entre outros benefícios”, completa Vicentina da Silva Melo André, diretora do Sinsaúde na região, lembrando que estes itens estarão sempre em evidência e o Sinsaúde vai continuar levantando esta bandeira para a evolução da categoria.

Terceira e sexta folgas
Com a inclusão da 3ª e 6ª folgas, isto é, na jornada especial de trabalho de 12×36, os trabalhadores terão três folgas mensais e na jornada de seis horas, seis folgas mensais, todos os feriados civis e religiosos serão compensados. “A exceção é o 12 de maio, Dia Estadual do Trabalhador da Saúde, que é feriado para a categoria e todos os profissionais da saúde têm direito a uma folga a mais no referido mês ou as horas trabalhadas como extra”, explica a diretora sindical Vicentina.

NR-32
Garantir a segurança e saúde dos trabalhadores no ambiente hospitalar é imprescindível para que eles exerçam suas funções adequadamente, por isso o Sinsaúde se empenha para que a administração da Santa Casa e Pró-Saúde, de Atibaia, implante a NR-32, a norma que garante saúde e segurança para o profissional, prevenindo-o de riscos físicos, químicos e biológicos.

Cesta básica
Foi em 1991 que a diretoria do Sinsaúde assumiu a batalha para garantir uma cesta básica de alimentos para a categoria.
O direito foi instituído há 22 anos e desde então cumpre a finalidade de reforçar o orçamento doméstico. Por isso, todos os anos a diretoria do Sinsaúde renegocia a permanência da cesta em Convenções e Acordos Coletivos de Trabalho, sempre exigindo que contenha produtos de qualidade.

Jornada 30 horas
A redução da jornada de trabalho para 30 horas para a enfermagem é uma batalha histórica com projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados há mais de 13 anos. “Chegou a hora de dar mais um passo importante na evolução da categoria e este avanço é possível se houver união e mobilização da categoria. Participe da luta para garantir mais esta melhoria para a categoria”, alerta o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Santa Casa de Piracaia: ACT é fechado com reajuste de 7% e demais benefícios

Após muitas negociações com a diretoria da Santa Casa de Piracaia, foi encerrada a Campanha Salarial 2013/2014. Com o fechamento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), os trabalhadores tiveram 7% de reajuste salarial, que está valendo desde 1º de junho de 2013, avanço nas folgas e a manutenção dos benefícios já conquistados.
O acordo foi positivo, visto que o Sinsaúde batalhou para conquistar a 3ª e 6ª folgas, que é uma reivindicação antiga da categoria, mas o resultado poderia ser ainda melhor se houvesse a participação de mais trabalhadores. “A diretoria do Sinsaúde sempre destacou a importância de todos estarem presentes e mobilizados durante as negociações da campanha salarial para conquistarem as reivindicações pautadas. Então fica este alerta para reflexão”, destaca o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.
Agora, a mobilização dos trabalhadores é fundamental para avançar na luta por valorização, “pois ainda há muito para conquistar, como o piso nacional, jornada 30 horas para a enfermagem, entre outros benefícios”, completa Vicentina da Silva Melo André, diretora do Sinsaúde em Atibaia e região, lembrando que estes itens estarão sempre em evidência e o Sinsaúde vai continuar levantando esta bandeira para a evolução da categoria.

Terceira e sexta folgas
A partir de agora, os profissionais que atuam na jornada especial de trabalho têm direito a uma folga a mais em meses alternados, ou seja, a 3ª folga na jornada 12×36 e a 6ª folga na jornada de seis horas diárias. Também ficou garantido no ACT o pagamento em dobro dos feriados civis e religiosos nos meses em que houver a concessão de duas e cinco folgas, respectivamente para as jornadas 12×36 e seis horas.
“É bom lembrar que, além dos feriados civis e religiosos, também tem o 12 de maio, Dia Estadual do Trabalhador da Saúde, que é feriado para a categoria e todos os profissionais da saúde têm direito a uma folga a mais no referido mês ou receber as horas trabalhadas”, explica Vicentina.

Cesta básica
Foi em 1991 que a diretoria do Sinsaúde assumiu a batalha para garantir uma cesta básica de alimentos para a categoria.
O direito foi instituído há 22 anos e desde então cumpre a finalidade de reforçar o orçamento doméstico. Por isso, todos os anos a diretoria do Sinsaúde renegocia a permanência da cesta em Convenções e Acordos Coletivos de Trabalho, sempre exigindo que contenha produtos de qualidade.

Jornada 30 horas
A redução da jornada de trabalho para 30 horas para a enfermagem é uma batalha histórica com projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados há mais de 13 anos. “Chegou a hora de dar mais um passo importante na evolução da categoria e este avanço é possível se houver união e mobilização da categoria. Participe da luta para garantir mais esta melhoria para a categoria”, alerta o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Hospital Albert Sabin Atibaia: ACT é fechado com reajuste salarial de 7,25%, 3ª e 6ª folgas e demais benefícios

Após muitas negociações com a diretoria do Hospital e Maternidade Albert Sabin, de Atibaia, foi encerrada a Campanha Salarial 2013/2014. Com o fechamento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), os trabalhadores tiveram 7,25% de reajuste salarial, que está valendo desde 1º de junho de 2013, avanço nas folgas e a manutenção dos benefícios já conquistados.

O acordo foi positivo, visto que o Sinsaúde batalhou para conquistar a 3ª e 6ª folgas, que é uma reivindicação antiga da categoria, mas o resultado poderia ser ainda melhor se houvesse a participação de mais trabalhadores. “A diretoria do Sinsaúde sempre destacou a importância de todos estarem presentes e mobilizados durante as negociações da campanha salarial para conquistarem as reivindicações pautadas. Então fica este alerta para reflexão”, destaca o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.

Agora, a mobilização dos trabalhadores é fundamental para avançar na luta por valorização, “pois ainda há muito para conquistar, como o piso nacional, jornada 30 horas para a enfermagem, entre outros benefícios”, completa Vicentina da Silva Melo André, diretora do Sinsaúde em Atibaia e região, lembrando que estes itens estarão sempre em evidência e o Sinsaúde vai continuar levantando esta bandeira para a evolução da categoria.

Terceira e sexta folgas
A partir de 1º de setembro de 2013, com a inclusão da 3ª e 6ª folgas, os trabalhadores da jornada 12×36 terão três folgas mensais e os da jornada de seis horas, seis folgas mensais. Desta forma, todos os feriados civis e religiosos serão compensados. “A exceção é o 12 de maio, Dia Estadual do Trabalhador da Saúde, que é feriado para a categoria e todos os profissionais da saúde têm direito a uma folga a mais no referido mês ou as horas trabalhadas pagas em dobro”, explica a diretora sindical Vicentina.

Participação nos resultados
O programa de Participação nos Resultados (PR) foi implantado em 2008 no hospital e desde então é renovado nos Acordos Coletivos de Trabalho. Em 2013 não foi diferente e o benefício foi mantido.
“Os funcionários do Hospital Albert Sabin desfrutam deste prêmio há cinco anos. Portanto, se você gosta do trabalho que exerce, gosta de trabalhar na área da saúde, procure fazer o seu melhor que o resultado sempre aparece”, diz Edison Oliveira, lembrando que o Sinsaúde trabalha para garantir o bem-estar dos trabalhadores, mas espera que cada um faça a sua parte, interagindo para que se possa obter bons resultados.

Jornada 30 horas
A redução da jornada de trabalho para 30 horas para a enfermagem é uma batalha histórica com projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados há mais de 13 anos. “Chegou a hora de dar mais um passo importante na evolução da categoria e este avanço é possível se houver união e mobilização da categoria. Participe da luta para garantir mais esta melhoria para a categoria”, alerta o presidente do Sinsaúde, Edison Laércio de Oliveira.