Policlínica 2 será transferida para a Glicério

14/11/2017

A transferência da Policlínica 2 para a Avenida Francisco Glicério, na região central, e a construção de um Centro de Saúde no distrito de Sousas estão entre os projetos previstos da Secretaria de Saúde para o próximo ano. A informação foi confirmada segunda-feira pelo secretário de Saúde Carmino de Souza, durante a 24ª Audiência Pública realizada na Câmara de Campinas para debater a Lei Orçamentária Anual da cidade para o Exercício de 2018. O debate foi promovido pela Comissão de Constituição de Legalidade do Legislativo e contou com a participação da população.

 

De acordo com o secretário, o município recebeu a comunicação do Setor de Patrimônio da União liberando um prédio de cinco andares, na Avenida Francisco Glicério, esquina com a Rua Barreto Leme. O prédio vai receber toda a parte clínica da Policlínica 2, que atualmente funciona na Avenida Dr. Campos Salles. O imóvel, cedido pela União, feito em granito e vidro, tem cinco andares e aproximadamente 3 mil metros quadrados.

 

“É um prédio nobre e moderno. Para lá vamos levar toda a parte clínica: hematologia, endocrinologia, oftalmologia, cardiologia, otorrinolaringologia e aquelas que têm atendimento clínico, sem procedimento invasivo. A parte cirúrgica nós já tínhamos tirado de lá”, explicou Souza.

 

A expectativa é que a mudança para o novo prédio ocorra até março de 2018. “Estamos trabalhando a toque de caixa para fazer o projeto sustentado na Secretaria de Infraestrutura e Vigilância em Saúde com muita rapidez”, afirmou o secretário. Segundo ele, o novo endereço vai resolver um problema antigo do prédio da Campos Salles, que era a falta de acessibilidade e de garagem. “Foi instalado há muitos anos. O fato é que não é um prédio em condições de ter uma unidade de saúde.”

 

Outro anúncio feito pelo secretário foi o da construção de um Centro de Saúde em Sousas. O município já tem o terreno e o projeto será nos moldes do CS San Diego. Carmino afirmou que já está correndo atrás de parcerias e tentando encontrar uma alternativa para concretizar a unidade. “Estou colocando como prioridade em termos de UBS.” O secretário também afirmou que a unidade existente no distrito atende a população, mas o prédio é antigo, a acessibilidade é limitada e é pequeno para uma demanda que tem se mostrado crescente. “Tem corredor que não passa cadeira de rodas e não tem o que fazer porque são unidades antigas”, disse.

 

Durante a audiência, Carmino também elencou as demais unidades que já estão em andamento pelo programa Saúde em Ação. São seis Unidades Básicas de Saúde, um Centro de Atenção Psicossocial (Caps), e um Ambulatório Médico de Especialidades (AME), além de cinco novas UBSs e nove reformas. Ele falou ainda das unidades que aparecem na proposta orçamentária em que há contrapartida municipal, que são o Pronto-Socorro Metropolitano, e unidades de saúde no Jardim Liza, Ouro Verde, Campina Grande e Village.

 

PS Metropolitano

 

A sessão de abertura dos envelopes de propostas e disputa de lances da licitação para a construção do Pronto Socorro Metropolitano de Campinas foi realizada no último dia 9. O secretário de Administração, Paulo Zanella, considerou o desconto de 28,91% oferecido sobre o valor inicial orçado para a obra, de R$ 10.594.700,33, um ótimo resultado. A construtora Terra Paulista Eireli EPP, da cidade de Cerquilho, foi a vencedora da sessão. Ontem foi o prazo final para a empresa vencedora da sessão apresentar a planilha orçamentária, o cronograma e o detalhamento dos custos, o chamado BDI.

 

A estimativa do secretário Zanella é encerrar a licitação até o final de novembro, para realizar a homologação e adjudicação do processo. O passo seguinte é a Secretaria de Saúde autorizar a despesa e a área Jurídica da Prefeitura confeccionar o contrato para assinatura. Por fim, quando a ordem de serviço for expedida, a obra pode ser iniciada pela construtura. Doze empresas apresentaram propostas na fase inicial do processo. As três primeiras colocadas, que ofereceram os maiores índices de desconto sobre o valor estimado da obra, puderam participar da fase de lances.

Fonte: Correio

[ FECHAR ]
[ FECHAR ]

GALERIA MULTIMÍDIA

VER TUDO

instagram

youtube