Greve no Ouro Verde está suspensa, mas pode ser retomada dia 6

04/12/2017

O Sinsaúde realizou na manhã de hoje (4), um plebiscito com os trabalhadores do Hospital Ouro Verde, para decidir se suspenderia ou não, a greve no hospital. Com 348 votos a favor, a proposta da Prefeitura Municipal de Campinas foi aceita, e os funcionários decidiram pela suspensão da greve. Entretanto, caso a prefeitura não efetue o pagamento dos salários no próximo dia 6 (quarta), a paralisação será retomada na quinta (7) . Ao todo, 433 pessoas votaram no plebiscito e aos poucos, os funcionários estão retornando as suas atividades; os dias parados não serão descontados e que ninguém será punido. O Sinsaúde reforça a ideia de que continuará atuante e fiscalizando o andamento da greve.

 

Segundo a presidente do Sinsaúde, Leide Mengatti, a greve só será encerrada, assim que a proposta feita pela prefeitura (Pagamento dos salários dia 6 e 13° Integral no dia 12) seja cumprida. “Aguardamos a chegada do interventor, para que juntos, o Sinsaúde, Sindicato dos Médicos e Sindicato dos Enfermeiros, possamos reorganizar e colocar o Hospital Ouro Verde para funcionar; de maneira que possamos oferecer segurança aos pacientes e condições para que os trabalhadores desenvolvam um serviço seguro e de qualidade à população”, explica. 

 

[ FECHAR ]
[ FECHAR ]

GALERIA MULTIMÍDIA

VER TUDO

instagram

youtube