Absurdo! Trabalhadores da Santa Casa de Misericórdia de Mogi Mirim ainda não receberam o 13º de 2017

09/04/2018

Nesta segunda-feira, dia 9, o projeto Pé na Estrada está na cidade de Mogi Mirim dando suporte à assembleia organizada pelo Sinsaúde junto aos trabalhadores da Santa Casa de Misericórdia de Mogi Mirim que até agora não receberam o 13º salário de 2017.O hospital não cumpriu a promessa de pagar os trabalhadores em quatro parcelas a partir de março deste ano.

 

O ato em frente ao hospital tem como objetivo discutir com os trabalhadores quais ações serão tomadas para resolver o problema como: greve, ação na justiça, etc. Isso porque duas audiências de mediação já foram realizadas no Ministério Público do Trabalho (MPT) em Campinas e mesmo assim, o problema não foi resolvido.

 

No início de dezembro passado, ocorreu a primeira audiência no MPT, quando o hospital se comprometeu a pagar os trabalhadores em quatro vezes com a primeira parcela em 20 de março deste ano. Na época, a Santa Casa alegou dificuldades financeiras e propôs o pagamento a partir de março, pois havia previsão de vinda de verba pública capaz de suportar o pagamento; promessa não cumprida pelo hospital.

 

No último dia 26, ocorreu a segunda audiência no MPT onde a Santa Casa alegou que não fez o pagamento porque não tem dinheiro.O hospital alegou que a verba esperada para poder realizar o pagamento, este ano foi suspensa, mas alegou que está em negociação com a Caixa Econômica Federal para tentar os recursos.

 

“Estamos aqui hoje para explicar a situação aos trabalhadores e decidir quais caminhos iremos tomar daqui pra frente, em relação a esse problema do 13º”, explica a presidente da subsede do Sinsaúde em Mogi Guaçu, Isilda Grassi Cola Choqueta.

[ FECHAR ]
[ FECHAR ]

GALERIA MULTIMÍDIA

VER TUDO

instagram

youtube