Vera Cruz atende o Sinsaúde e apresenta cronograma de reuniões sobre o PPR

01/11/2018

O Hospital Vera Cruz de Campinas apresentou um cronograma de reuniões para os trabalhadores com o objetivo de esclarecer as dúvidas relacionadas às metas setoriais a serem atingidas para que tenham direito ao recebimento do Programa de Participação nos Resultados (PPR). Em ofício protocolado nesta quarta-feira no Sinsaúde, em Campinas, a empresa também garantiu que irá manter a implementação do PPR para 2018.

 


As reuniões foram agendadas após diversas solicitações do Sinsaúde à empresa e após o Hospital compreender que a entidade sindical apenas busca a transparência na implementação do programa. Pois, em levantamento feito pelo sindicato, a maioria dos trabalhadores do Vera Cruz informou desconhecer as metas. Como alcançar um resultado sem conhecer os caminhos?

 


A proposta encaminhada pelo Hospital Vera Cruz ao Sinsaúde prevê cinco (05) reuniões com os trabalhadores para esclarecimentos. A primeira foi realizada no dia 29 de outubro, as demais serão realizadas nos dias 06, 07,08 e 09 de novembro, das 7h30 às 12h15, no auditório do hospital. A diretora Maria de Lourdes Carvalho Cruz solicita a participação de todos para que tenham claro o que deve fazer para ajudar o grupo.

 


O acordo prevê que a distribuição para cada empregado de quantia variável que pode chegar a até 100% do salário nominal vigente à época do pagamento. O indicador financeiro será o EBITDA cujo resultado previsto pode variar de 100,01% até 110,24%. Quem não atingir o EBITDA de no mínimo 100,01% não terá direito aos valores. O acordo prevê ainda que o pagamento será feito em parcela única até o dia 30 de abril de 2019. Naturalmente, a empresa poderá fazê-lo antes desta data.

 


A presidente do Sinsaúde, Leide Mengatti, reiterou que a entidade tem como único objetivo defender os interesses dos trabalhadores. “A nossa luta é apenas pela transparência e pelo sucesso do plano com consequente crescimento da empresa e justa remuneração aos trabalhadores. Foram semanas de conversa e reuniões, mas finalmente chegamos ao acordo, que é bom para as duas partes” disse. “Agradecemos a todos que participaram da votação online, sendo a primeira experiência do Sinsaúde utilizando essa mais nova ferramenta online para ouvir os trabalhadores”, completou.

 

[ FECHAR ]
[ FECHAR ]

GALERIA MULTIMÍDIA

VER TUDO

instagram

youtube