Em 8 meses de 2018, ataques de escorpião ultrapassam casos de 2017 inteiro em Campinas

05/12/2018

 O número de acidentes envolvendo escorpião em oito meses de 2018 ultrapassou em 44% os casos de 2017 inteiro em Campinas (SP). De acordo com a Prefeitura, de janeiro a agosto deste ano, foram 272 ataques, enquanto no ano passado o índice chegou a 189. A administração informou que o crescimento é esperado por conta de uma tendência da série histórica.

 

Ainda segundo a Secretaria Municipal de Saúde, 94% dos casos são considerados "leves" e os 6% mais graves atingem crianças de 0 a 9 anos, o que potencializa o risco de morte. O número de incidência de escorpião por 100 mil habitantes de 16,2 em 2017 para 20,2 de janeiro a agosto deste ano.

 

Áreas com mato alto, lixo e entulho contribuem para a incidência dos escorpiões por conta da grande quantidade de baratas, alimento preferido do inseto. A bióloga da Prefeitura, Heloísa Malavasi, afirmou que o aumento de ataques deve ser de alerta e orientou que a população tome alguns cuidados.

 

"Em casos de picadas tem que correr para um hospital ou alguma unidade de saúde. Se for criança, o cuidado deve ser ainda maior. Normalmente, o escorpião fica perto de ralos, banheiros e gosta de um clima mais quente", explicou.

 

Preocupação

 

A educadora Jaqueline Tessaro encontrou, na noite de segunda-feira (4), um escorpião perto de um dos ralos do quintal de casa. A partir de agora, ela não consegue mais ficar tranquila na residência e vai redobrar a atenção.

"Ouvi o cachorro latir e corri para o quintal. Quando cheguei, vi que tinha um escorpião. Coloquei um copo em cima, e fui correndo levar o cachorro no veterinário para ver se algo tinha acontecido. Fiquei muito assustada", disse.

 

Fonte: G1 

[ FECHAR ]
[ FECHAR ]

GALERIA MULTIMÍDIA

VER TUDO

instagram

youtube