Acordo evita greve na Santa Casa de Mogi Mirim

14/12/2018

A greve marcada para ter início ontem, dia 13, na Santa Casa de Misericórdia de Mogi Mirim, em decorrência do não pagamento do 13º de 2017 e do parcelamento do 13º deste ano, foi suspensa após o Sinsaúde entrar em acordo a direção do hospital. O Sindicato que havia denunciado a situação ao Ministério Público do Trabalho (MPT), avisou ontem mesmo o órgão, que concorda com a proposta feita pela Santa Casa de pagar o 13º de 2017 que está sendo cobrado na justiça e o 13º deste ano (2018), de forma integral em fevereiro do ano que vem.

 

A decisão foi tomada na tarde de ontem, dia 13, junto aos trabalhadores, após uma passeata realizada pelas ruas e avenidas da cidade que teve como objetivo, mostrar à população a situação dos trabalhadores da Santa Casa e pedir o apoio da sociedade.

 

“Após consultarmos os trabalhadores, decidimos dar um voto de confiança à Santa Casa para que ela faça os pagamentos de forma integral em fevereiro. Algo que além do Sindicato, estará sendo acompanhado pelo MPT, portanto, se o acordo não for cumprido, vamos voltar com possibilidade de greve”, explica Paulo Gonçalves, diretor jurídico do Sinsaúde.

 

[ FECHAR ]
[ FECHAR ]

GALERIA MULTIMÍDIA

VER TUDO

instagram

youtube