Reajuste no salário mínimo altera valores do adicional de insalubridade

10/01/2019

Atenção trabalhador da saúde, desde o dia 1º de janeiro passou a vigorar o novo valor de R$ 998 para o salário mínimo, portanto, os valores pagos do adicional de insalubridade também sofreram reajustes, já que eles são calculados com base no salário mínimo. Portanto, fique atento ao próximo holerite, mês de Fevereiro, que já deve vir com o reajuste.

 

Para quem recebe 10% de insalubridade, o valor passa para R$ 99,80; para quem recebe 20%, o valor passa para R$ 199,60; e para quem recebe 40%, o valor passa para 399,20.  A definição do valor pago de insalubridade depende da classificação de risco. O cálculo do adicional é feito com base no salário mínimo com as seguintes condições: Grau Máximo: 40% do salário mínimo, Grau Médio: 20% e Grau Mínimo: 10%.

 

O adicional é pago aos trabalhadores como forma de compensação por estes exercerem atividades em condições insalubre; ou seja, atividades que oferecem perigo à saúde do trabalhador. As atividades insalubres são definidas pela “NR-15: Atividades e Operações Insalubres” do Ministério do Trabalho. A caracterização e classificação da insalubridade é realizada através de perícia técnica de médico do trabalho ou engenheiro do trabalho, registrados no Ministério do Trabalho e obedecendo às diretrizes da CLT e NR15.

 

[ FECHAR ]
[ FECHAR ]

GALERIA MULTIMÍDIA

VER TUDO

instagram

youtube