Após denúncia do Sinsaúde, trabalhadores da Santa Casa de Itu - INCS voltarão a receber insalubridade

18/03/2021

Os trabalhadores da Santa Casa de Itu, após denúncia do Sinsaúde e audiência de mediação realizada na Procuradoria do Trabalho na última quarta-feira, 17 de março, voltarão a receber o adicional de insalubridade.
 
A principal vitória, foi a retomada do pagamento do adicional de insalubridade e o compromisso de manter os salários em dia, vale-transporte e vale-alimentação. 
 

Na ocasião, o Sinsaúde foi representado pelo presidente da subsede do Sinsaúde em Indaiatuba, Waldir de Marchi que apresentou irregularidades trabalhistas que foram mantidas na Santa Casa, após a mudança de administração, em dezembro de 2020, como o atraso no pagamento dos salários, vale-transporte e vale-alimentação, interrupção do adicional de insalubridade para os empregados da recepção, entre outras.

Na audiência a empresa se comprometeu a proceder ao pagamento do adicional de insalubridade para todos os funcionários. Mas a luta em defesa dos direitos dos trabalhadores começou bem antes da audiência, diretamente com o INCS, conquistando a regularização do pagamento dos vales transporte e alimentação, em 9 de março, como anunciado pela própria empresa. “O Sindicato está sempre atuante em busca de garantir os direitos dos trabalhadores”, afirma Waldir.


A procuradora do Trabalho determinou que a INCS envie as informações do novo Laudo de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) atualizado, além da comprovação de pagamento dos vales e relação de empregados e salários.
O Sindicato continua vigilante para manter e atuará para garantir a manutenção de todos os direitos dos trabalhadores.

 

[ FECHAR ]
[ FECHAR ]

GALERIA MULTIMÍDIA

VER TUDO

instagram

youtube